O grupo teve destaque na 12.ª Maratona de Programação Paralela

Membros : Bruno Tissei, Egon Nathan Bittencourt Araujo, Gabriel Candido, Giovanne Marcelo, Jedian Brambilla, Luiz Felipe Abrão Reis.

 

Seis alunos do Departamento de Informática, entre integrantes e ex-integrantes do C3SL, participaram de maneira remota da 12.ª Maratona de Programação Paralela, que aconteceu no final de outubro.  A competição tem como objetivo fomentar o conhecimento em programação paralela e distribuída e aconteceu em Campinas – SP. Os participantes da UFPR se dividiram em 2 grupos que se destacaram com a pontuação.

Não houve premiação para os grupos de destaque, as regras diziam que participantes remotos só seriam notificados da sua pontuação. Para um dos participantes, Giovanne Marcelo “a competição serviu de treino para participarmos de outras competições”.

O rendimento dos grupos da UFPR superou a pontuação dos grupos participantes locais: um dos grupos teve 107 pontos contabilizados, enquanto o outro 84. O grupo vencedor da competição teve um total de 42 pontos.

Grupos

O grupo de 6 integrantes optou pela separação em duas equipes ao se deparar com as regras da competição que permitiam apenas grupos de 3 participantes.

Assim surgiram dois grupo, Bruno Tissei, Giovanne Marcelo, Jedian Brambilla formaram a equipe “High – Underfoot” que alcançou 104 pontos na competição. E Egon Nathan Bittencourt Araujo, Gabriel Cândido, e Luiz Felipe Abrão Reis formaram a equipe “Dimensão Paralela” que alcançou 84 pontos.

A Competição

A 12.ª Maratona de Programação Paralela aconteceu em Campinas – SP. Como diferencial, nesse ano, aconteceu apenas uma competição que utilizou tanto infraestrutura multicore quanto manycore.

A competição é baseada em : os times recebem a descrição dos problemas e sua solução sequencial. Dessa maneira, as resoluções não só devem ter respostas iguais, mas também apresentar desempenho (speedup) em suas versões paralelas (ou distribuídas), medidas de acordo com critérios definidos pelo comitê da competição atual.

O objetivo da competição é incentivar o conhecimento em programação paralela e distribuída em um torneio de alto nível. Os objetivos da maratona são respostas corretas e o ganho de desempenho. E os participantes são alunos de graduação e pós-graduação de Ciência da Computação, Engenharia da Computação, Sistemas de Informação e cursos correlatos.